24 agosto, 2009

Arte Grega - Teatro


Até hoje sofremos as influências do teatro grego e muitas de suas peças ainda são encenadas. Surgiu a partir da evolução das artes e cerimônias gregas como, por exemplo, a festa em homenagem ao deus Dionísio.
No período clássico (século V a.C) surgiram os estilos da tragédia e comédia. Os teatros eram construídos ao ar livre.
Os atores usavam máscaras de acordo com o personagem. Cenários bem decorados eram utilizados muitas vezes para dar maior realismo.
A mímica era bastante utilizada. Músicas reproduzidas por um coral também apareciam nas apresentações.



Sabrina e Walesca.

4 comentários:

  1. No século IV o teatro tomou novas formas com a existência de uma conexão entre a teoria da tragédia de Aristóteles que considera a purificação através do sofrimento e do terror. Causa assim, uma mudança no público do teatro fazendo com que o povo pudesse fugir durante algumas horas da miséria da vida de todos os dias e deixasse as lágrimas fluir normalmente. Dessa forma, surgiram novos gêneros como o extremo emocionalismo, abolição de tabus que haviam impedido a apresentação de assuntos agora tornados populares. Uma das representações são temas que incluem o retrato e a biografia e outra é a representação do nu feminino. Sem dúvida, uma mudança significativa para a época.

    ResponderExcluir
  2. O teatro Grego foi uma das mais ricas formas de arte. A representação teatral se originou e se desenvolveu a partir das Dionisíacas festas em honra ao Deus Dionísio, que incluiu o espetáculo de mímica, dança, música, poesia, etc.. Em Atenas, celebrava-se o culto de Dionísio, acontecimento muito apreciado pela população camponesa. Já as Grandes Dionisíacas eram as celebrações urbanas, quando se realizavam os famosos concursos entre autores dramáticos (cada participante concorria com três peças “Trilogia”).
    Surge também o DITIRAMBO, um tipo de procissão informal que mais tarde ficou mais organizada era para homenagear o Deus Dioniso. Era um culto de evolução e louvação a determinado Deus.
    Mais tarde o ditirambo evoluiu, tinha um coro formado por coreutas e pelo corifeu, eles cantavam, dançavam, contavam histórias e mitos relacionados a Deus. A grande inovação se deu quando se criou o diálogo entre coreutas e corifeu. Cria-se a ação na história. Surgem assim os primeiros textos teatrais.
    A encenação das peças era feita exclusivamente por atores masculinos que usavam máscaras e representavam também personagens femininos, que deram origem às grandes obras do teatro ateniense. As Grandes Panatenéias, em honra da Deusa Atena, eram celebradas de quatro em quatro anos, com concursos de música e canto, corridas de cavalos e outras competições esportivas; finalizavam com uma procissão que percorria a via sagrada, para oferecer à Deusa o manto luxuoso. Era a festa mais importante da Cidade-Estado de Atenas.
    Do ponto de vista cultural, Atenas não era superada por nenhuma outra cidade grega. Lá viveram os maiores pensadores e artistas do mundo grego; alguns deles da própria humanidade. No período clássico, o teatro tornou-se uma manifestação artística independente, embora os principais temas permanecessem ligados à religião e à mitologia. Os dois gêneros básicos do drama teatral foram: a tragédia e a comédia.

    -Tragédia

    Dentre os principais autores e obras podem ser mencionados:
    Ésquilo (525 - 456 a.C.), que escreveu: Prometeu Acorrentado, As Suplicantes, Os Persas, etc.; Ele morreu com uma tartarugada na cabeça enquanto andava pela praia.
    Sófocles (495 - 405 a.C.), que se destaca com as peças: Édipo Rei, Antígona e Electra;
    Eurípedes (480 - 406 a.C.), autor de: Medeia, Andrômaca, As Troianas, etc.

    -Comédia

    A comédia foi um gênero mais voltado para o cotidiano, para os costumes, que são tratados sobre tudo como objeto de crítica e sátira. Dentre os principais comediógrafos destacam-se:
    Aristófanes (445 - 385 a.C.), considerado o pai da comédia clássica grega, autor de: A Paz, Lisístrata, A Assembléia de Mulheres, Os Cavaleiros e Plutos;
    Menandro (340 - 292 a.C.), autor de: O Intratável.

    Teatro de Epidauro

    Um dos grandes acontecimentos do ano para os gregos era a ida ao teatro. As peças só eram apresentadas durante dez dias e cada peça representada apenas uma vez. Como todos queriam ver os espetáculos, o teatro tinha que ser grande. A população ia para o teatro muito cedo, logo após o nascer do sol. Pagava dois óbolos (moeda grega equivalendo a um terço de uma dracma) para entrar. O Estado mantinha um fundo especial para subsidiar quem não pudesse pagar.

    A maior diferença entre o teatro grego e o teatro moderno consiste no fato de que as peças gregas faziam parte de um festival religioso em honra dos deuses. O teatro então nasceu com um festival de cânticos narrando às histórias dos deuses. Um autor dava um passo à frente do coro de cantores para desempenhar o papel do personagem principal. Mais tarde apareceu um segundo ator e, gradualmente a representação foi se desenvolvendo.

    Anfiteatro de Epidauro

    Famoso também é o Anfiteatro de Epidauro, dos maiores de seu tipo e de seu tempo, possuía uma acústica considerada perfeita para a época, reproduzindo com precisão e, principalmente, de forma audível, mesmo o som de um alfinete jogado ao chão, que podia ser ouvido mesmo nas últimas bancadas.

    ResponderExcluir
  3. O teatro grego surgiu a partir da evolução das artes e cerimônias gregas como, por exemplo, a festa em homenagem ao deus Dionísio (deus do vinho e das festas). Nesta festa, os jovens dançavam e cantavam dentro do templo deste deus, oferecendo-lhe vinho. Com o tempo, esta festa começou a ganhar uma certa organização, sendo representada para diversas pessoas.

    Durante o período clássico da história da Grécia (século V a.C.) foram estabelecidos os estilos mais conhecidos de teatro: a tragédia e a comédia. Ésquilo e Sófocles são os dramaturgos de maior importância desta época. A ação, diversos personagens e temas cotidianos foram representados nos teatros gregos desta época.

    Nesta época clássica foram construídos diversos teatros ao ar livre. Eram aproveitadas montanhas e colinas de pedra para servirem de suporte para as arquibancadas. A acústica (propagação do som) era perfeita, de tal forma que a pessoa sentada na última fileira (parte superior) podia ouvir tão bem a voz dos atores, quanto quem estivesse sentado na primeira fileira.

    Os atores representavam usando máscaras e túnicas de acordo com o personagem. Muitas vezes, eram montados cenários bem decorados para dar maior realismo à encenação.

    Os temas mais representados nas peças teatrais gregas eram: tragédias relacionadas a fatos cotidianos, problemas emocionais e psicológicos, lendas e mitos, homenagem aos deuses gregos, fatos heróicos e críticas humorísticas aos políticos. Os atores, além das máscaras, utilizam muito os recursos da mímica. Muitas vezes a peça era acompanhada por músicas reproduzidas por um coral.

    ResponderExcluir
  4. Um dos spectos mais significativos a ser considerado sobre a cultura grega antiga, foi sem dúvida o teatro. O desenvolvimento das artes cênicas pelos gregos foi tão significativa, que até hoje artistas teatrais sofrem a influência desse desenvolvimento artístico, bem como diversas peças teatrais criadas na Grécia antiga mantém seu caráter sempre atual, sendo muito encenadas por grupos teatrais contemporâneos.
    O teatro grego surge a partir do processo de evolução das artes na Grécia e de cerimônias gregas como, por exemplo, no caso do teatro, a festa em homenagem ao Deus Dionísio( Deus dos vinho e das festas). Nesta festa, jovens gregos dançavam e cantavam dentro do templo deste Deus, oferecendo-lhe vinho. Com o tempo, esta festa começou a ganhar uma determinada organização, sendo representada para diversas pessoas. Esta representação passa a ser narrada através de pequenas histórias que, mais tarde passam a tornarem-se grandes obras artísticas com aspectos cotidianos, problemas emocionais, conflitos e características psicológicas dos personagens, além de fatos heróicos e críticas humorísticas aos políticos.
    Com o passar do tempo, os atores além das máscaras( que personificavam os personagens), utilizavam também os recursos da mímica e acompanhamento de um coral, dando características específicas e objetivas à esta forma de arte.
    Durante o período clássico grego(século V a.c.) foram criados os estilos mais conhecidos dô teatro: a tragédia e a comédia, tendo como grandes representantes os autores gregos Ésquilo, Sófocles, Euripedes, Aristófanes e Menandro, além dos que provavelmente não chegaram ao conhecimento da civilização ocidental moderna.
    Há grandes diferenças entre o teatro antigo grego e o teatro contemporâneo, a maior delas representada na premissa única de culto às divindades na antiguidade, porém tendo sempre em vista que esta caracterização moldou as artes cênicas ao longo da História, e as releituras permanecem frequentes.

    ResponderExcluir