02 novembro, 2009

Atena

Atena era a deusa grega da sabedoria e das artes, conhecida como Minerva pelos romanos. Atena era uma deusa virgem, dedicada à castidade e celibato. Era majestosa e uma linda Deusa guerreira, protetora de seus heróis escolhidos e de sua cidade homônima Atenas. Única deusa retratada usando couraça, com pala de seu capacete voltada para trás para deixar a vista sua beleza, um escudo no braço e uma lança na mão.
Era protetora das cidades, das forças militares e Deusa das tecelãs, ourives, oleiras e costureiras. Atena foi creditada pelos gregos ao dar à humanidade as rédeas para amansar o cavalo, ao inspirar os construtores de navios em sua habilidade, e ao ensinar as pessoas a fazerem o arado, ancinho, canga de boi e carro de guerra. A oliveira foi seu presente especial a Atenas, um presente que propiciou o cultivo das azeitonas.
A Deusa Atena foi retratada com uma coruja, ave associada à sabedoria e de olhos proeminentes, duas de suas características.
Quando Atena era retratada com outro indivíduo, esse sempre era do sexo masculino. Por exemplo, era vista perto de Zeus ou era reconhecida atrás ou ao lado de Aquiles ou de Odisseu, os heróis gregos de Ilíada e Odisséia.

NASCIMENTO MITOLÓGICO

Zeus apaixonou-se por Métis e esta tornou-se sua primeira esposa. Contudo, foi advertido por sua avó Gaia de que Métis lhe daria um filho e que este o destronaria. Amedrontado, Zeus decidiu engolir Métis. Para isso, convenceu sua esposa a participar de uma brincadeira divina, na qual cada um deveria se transformar em um animal diferente. Métis se transformou numa mosca. Zeus aproveitou a oportunidade e a engoliu. Todavia, Métis já estava grávida de Atena e continuou a gestação na cabeça de Zeus.
Um dia, durante uma guerra, Zeus recebeu uma machadada na cabeça, de onde Atena saiu já adulta, com elmo, armadura e escudo. Atena se tornou a deusa mais poderosa, ensinou aos homens praticamente todas as atividades, como caça, pesca, uso de arco e flecha, costurar, dançar, e, como havia saído da mente de Zeus, sua marca é a inteligência.
Quando Atena e Posídon disputavam o padroado de uma cidade importante, estabeleceram um concurso: quem desse o melhor presente ao povo da cidade venceria. Posídon criou um rio salgado e, portanto, inútil. Atena presenteou a cidade com uma oliveira, que produzia alimentos, óleo e madeira. Atena venceu e a cidade recebeu o nome de Atenas.
Ao que tudo indica, Atena permaneceu virgem durante toda a sua história. Não queria ter filhos pois, desta forma, teria de abandonar as guerras pela justiça e viver uma vida doméstica.
Há quem diga que Atena se envolveu com heróis que acompanhava, e até mesmo com Ares, seu grande rival. Sabe-se, no entanto, que ela jamais teve filhos com deuses, e seus romances com homens guerreiros são um mistério.
Atena desempenhou papel importante no poema épico de Homero, a Ilíada e a Odisséia. Teve participação no julgamento de Páris, sendo uma das deusas rejeitadas, apoiou os gregos na guerra de Tróia e atuou como padroeira de Odisseu durante toda a sua longa jornada.

ATENA E ARACNE

Como Deusa das Artes, Atena foi desafiada numa competição de destreza por uma tecelã presunçosa chamada Aracne. Ambas trabalhavam com rapidez e habilidade. Quando as tapeçarias ficaram terminadas, Atena admirou o trabalho impecável de sua competidora, mas ficou furiosa porque Aracne ousou ilustrar as desilusões amorosas de seu pai, Zeus.
O tema de sua tapeçaria ocasionou a ruína de Aracne. Atena ficou tão brava que rasgou todo o trabalho de Aracne e a induziu a enforcar-se. Depois, sentindo pena, Atena deixou Aracne viver, transformando-a em aranha, condenada para sempre a tecer.

DEUSA TECELÃ

Como Deusa tecelã, Atena envolvia-se a fazer coisas que eram ao mesmo tempo úteis e belas. Era muito admirada por suas habilidades como tecelã, onde as mãos e o cérebro devem trabalhar juntos.
Para se fazer uma tapeçaria ou tecelagem, a mulher deve palejar e esquematizar o que fará depois, fileira por fileira, criá-la metodicamente. Esse método é uma expressão do arquétipo de Atena, que dá ênfase à previsão, planejamento, domínio da habilidade e paciência.
A Deusa não só ensina a tecer, mas também a trabalhar a lama, inventou as bridas e o carro de cavalos, ajudou na construção do cavalo de madeira com que se derrotou Tróia e construiu o primeiro barco.

ATENA E HEPHAESTUS

Durante o período da guerra de Tróia, a Deusa Atena dirigiu-se a Hephaestus, para que forjasse seu arsenal. O Deus do fogo aceitou o encargo e se pôs a trabalhar, apaixonado pela bela e decidida Deusa. Posêidon encorajou-o mais ainda ao dizer-lhe que Atena desejava ser possuída por ele.
Quando a Deusa prontificou-se a pagar pelo trabalho, o Deus da Forja disse que receberia tão somente seu amor como símbolo de gratidão e lançou sobre Atena tentando violá-la. A Deusa afastou-o energicamente, mas não antes que seu sêmen caísse acidentalmente em seu pé. Ela limpou-se com suas vestes de lã, mas um pouco do esperma caiu na terra. Gaia (a Terra), ao receber o sêmen, imediatamente engravidou.
Gaia deixou claro que não ia aceitar o filho resultante daquela estupidez e Atena, sentindo-se responsável pelo incidente, tmou a decisão de cuidar da criança, tão logo Gaia a tivesse. O recém-nascido recebeu o nome de Erictonio, foi levado do Olimpo até a corte do rei Cécrope, para mais tarde ocupar o trono de Atenas, como sucessor de seu pai adotivo.

A FILHA DO PAI

Talvez a maior diferenciação da Deusa Atena está em não ter conhecido e não ter convivido com a mãe, Métis. Na verdade Atena parecia não ter consciência de que tinha mãe, pois se considerava filha de um único genitor, Zeus. Na qualidade de tão somente "filha do pai", Atena tornou-se uma defensora dos direitos e dos valores patriarcais.
Ela era o "braço direito" de Zeus, com crédito total para usar bem sua autoridade e proteger as prerrogativas dele. Muitas dedicadas secretárias executivas, que devotam suas vidas a seus patrões, são bons exemplos das convicções da Deusa Atena.

ATENA COMO DEUSA DA SABEDORIA

Levando-se em conta que as Deusas e Deuses são arquétipos que todo ser humano tem acesso, parecde que o mito de Atena eplora antes de tudo a qualidade da reflexão. Suas histórias constituem uma meditação sobre o valor do pensamento minucioso e pausado, o de ver muito além da reação imediata ante a um acontecimento. A Deusa encarna a virtude da contenção, e seus olhos "resplandecentes" são os emblemas de uma inteligência lúcida que pode ver além da satisfação imediata.
Quando o arquétipo de Atena está ativo em uma mulher, ela mostrará uma tendência natural de fazer todas as coisas com muita moderação para viver em "justo equilíbrio", que era o ideal ateniense.
Todas as mulheres que desejam desenvolver as qualidades da Deusa Atena devem dar especial atenção à educação. Toda a instrução estimula o desenvolvimento desse arquétipo. Aprender fatos objetivos , pensar claramente, preparar-se para concursos e exames são todos excelentes exercícios que evocam Atena.

ORAÇÃO A ATENA

Deusa Atena, ouça a prece
De sua seguidora mais humilde
Gloria Deusa Atena
Busco seu amor, sua força, sua sabedoria
Ajoelho-me a teus pés, Atena, Deusa-Virgem
Eu a venero e a respeito
Sou tua seguidora mais fiel
Abençoe minha casa e meus familiares
Ajude-me com meu trabalho, meus relacionamentos, minha vida.
"Athena, Hilathi!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário